Corante Alimentício

O corante alimentício é muito usado para colorir o chantilly e colorir a pasta americana. Neste artigo pretendo falar dos corantes mais comuns para quem trabalha com bolos e doces para festas. Existem outros corantes comestíveis que podem ser aplicados em diversos tipos de alimentos, e não é o objetivo deste artigo explicá-los.

Para os meus trabalhos de confeitaria, eu basicamente uso quatro tipos de corantes:

  • Gel;
  • Pó;
  • Líquido;
  • Para chocolate.

Corante Alimentício em Gel

Este é o corante que eu mais uso, ele é concentrado e pode ser aplicado em pasta americana, chantilly, massas e cremes. O ponto mais importante é que este corante não desestabiliza o chantilly ou pasta americana, portanto você vai conseguir trabalhar perfeitamente após o tingimento. Esta versatilidade é, na minha opinião, a maior vantagem deste corante. A paleta de cores é enorme e você não vai encontrar problemas para atingir a cor desejada. Eu basicamente trabalho com duas marcas: Mix e Arcolor. Ambos são muito bons e tem preços semelhantes.

Corante Alimentício Líquido

O corante líquido pode ser usado em massas, doces e bebidas. Ele até pode ser usado para colorir o chantilly, mas o uso tem que ser feito com cuidado para não desestabilizar o chantilly. Na emergência eu uso. Este corante não pode ser aplicado em pasta americana.

Corante Alimentício em Pó

O corante em pó é mais indicado para colorir misturas que necessitem de coloração sem que haja alteração de sua consistência. Como exemplo temos sorvetes, pipoca doce e caldas. O corante em pó não pode ser aplicado à pasta americana, por isso é um corante que raramente tenho. Só uso quando preciso mesmo.

Corante Alimentício para Chocolate

Este corante é especialmente para colorir misturas oleosas sendo ideal para o chocolate. Este corante se apresenta na forma pastosa, e apesar de ser recomendado para colorir pasta americana eu não uso.

O corante é uma ferramenta que não pode faltar na mala de qualquer boleira, e para quem trabalha com pasta americana é fundamental.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *